PT nacional se posiciona pela aliança com PSB

O Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) nacional do PT realizou, nesta quarta-feira (30), reunião por conferência com a comissão eleitoral do PT estadual. A presidente nacional da legenda, senadora Gleisi Hoffmann (PR), atualizou os correligionários das articulações com os partidos de centro-esquerda e, sobretudo, com o PSB, do governador Paulo Câmara. A indicação do grupo nacional é pela aliança com os socialistas, em detrimento da candidatura da vereadora do Recife Marília Arraes (PT), mas sem alterar o cronograma estadual. Portanto, a reunião do próximo dia 10 de junho está mantida.

Segundo o presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro, o foco do diálogo era informar sobre os entendimentos nacionais com os partidos de centro-esquerda e, principalmente, o PSB. “Ela (Gleisi) disse que deu um passo importante na reunião entre os governadores aqui no Recife e na reunião que teve com (Carlos) Siqueira e Paulo (Câmara)”, disse.

Nos bastidores, avalia-se que não há disposição da direção nacional de interromper o processo do dia 10, mas buscar convencer os petistas pernambucanos de que a aliança é o melhor caminho, sem haver o encontro agendado, para evitar constrangimentos. Diante disso, o PT nacional já trabalha há algumas semanas para desmobilizar a ideia de candidatura própria. Ainda não há, todavia, disposição de Marília e do seu grupo em abrir mão da disputa. Caso desista, ela poderá ser candidata a Câmara dos Deputados, embora ainda resista à ideia.

A reunião seria na terça-feira (29), mas foi remarcada para esta quarta-feira pela manhã por problemas de logísticas dos participantes. Gleisi, o senador Humberto Costa (PT), e os três membros do GTE, Márcio Macedo, Ivan Alex e Paulo Teixeira, que estiveram no Recife há um mês, participaram de Brasília. Marília Arraes esteve presente do Recife.

Com informações da Folha de Pernambuco