Coluna desta quarta (16): Governo temer segue a cada dia sendo mais ridicularizado

Simplesmente ridículo, essa é a expressão mais usada em todos os segmentos da sociedade quando se fala na gestão do Presidente Michel Temer. E olha que o ilustre mandatário , Michel Temer descobriu da pior maneira que o péssimo marketing é feito quando é demasiada, acaba engolindo o gênio das propagandas do governo. O que mais chamou atenção nos festejos do segundo aniversário do governo foi o slogan: ”O Brasil voltou, 20 anos em 2”. Piada pronta. Com a vígula, Temer vira uma grande piada e o país avança duas décadas em dois anos. Sem ela, Temer se converte num lunático que celebra o retrocesso. Cada dia esse presidente se mostra um trapalhão. Ridicularizado, o presidente discutiu com o marqueteiro Elsinho Mouco e abandonou o slogan. Mas pera variar e seguir errando manteve-se na trilha do ridículo. O discurso que pronunciou na pajelança dos 2 anos provocou tédio e espanto. Foi tedioso porque o orador utilizou, mecanicamente, o discurso de sempre. Foi espantoso porque Temer revelou-se o único brasileiro além dos seus a não se dar conta de que a simbologia que seu governo conseguiu transmitir em dois anos foi a marca de um governo fraco, corrupto, sem marca e desacreditado de todo o país.

Lucas Ramos e UPE

A Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Pernambuco, presidida pelo deputado estadual Lucas Ramos (PSB), promoveu na manhã desta terça-feira (15) uma audiência pública em conjunto com a Comissão de Educação e Cultura para debater melhorias a serem implantadas na Escola de Aplicação da Universidade de Pernambuco. O encontro reuniu pais de alunos, estudantes, representantes da UPE e do Poder Executivo Estadual.

Dados

O deputado Lucas Ramos mostrou disposição em atuar ao lado da comunidade escolar e das secretarias estaduais de Educação e de Ciência, Tecnologia e Inovação em busca de melhorias para a Escola. “Criaremos um grupo de trabalho que envolverá todos os agentes ligados à unidade de ensino para promover alterações no estatuto da universidade e criar a estrutura organizacional da Escola de Aplicação”, afirmou. “Estaremos caminhando juntos pelo fortalecimento das unidades instaladas na capital, Zona da Mata, Agreste e Sertão”, disse.

Explicando

Apesar de ligada à UPE, a escola não está inserida em seu organograma. Esta relação foi abordada durante a audiência. “Em outras universidades públicas estaduais, as escolas de aplicação são vinculadas. Vamos buscar o mesmo tratamento para garantir mais avanços”, declarou a advogada Carla Queiroz, mãe de dois alunos.

A fala de lucas

“Precisamos tornar o elo entre as instituições mais firme para que seja possível a destinação de recursos, como as emendas parlamentares, voltados aos investimentos em infraestrutura”, afirmou Lucas Ramos. “Percebemos uma enorme disposição dos pais e dos alunos em melhorar a qualidade do ensino. É hora de agirmos em parceria para que os estudantes continuem nos orgulhando com mais conquistas”, salientou o parlamentar.

Saneamento Ambiental no Recife será discutido

O vereador Rinaldo Junior (PRB) promove audiência pública para discutir o tema “Saneamento Ambiental, Saúde e a Qualidade de Vida na Cidade do Recife”. A audiência acontece no Plenarinho da Câmara Municipal do Recife, no bairro da Boa Vista, na próxima terça-feira (22/05), das 9h às 12h.
Audiência
O objetivo da audiência é discutir a execução da política municipal de saneamento ambiental integrado, que vai além da coleta e destinação do esgoto sanitário, mas também engloba o abastecimento de água potável, drenagem nas vias urbanas, coleta e tratamento de resíduos.
Justificando

“A Prefeitura tem uma Secretaria mas, apesar disso, delegou a competência a uma Parceria Público Privada (PPP) da Compesa e que agora está sendo tocada por uma empresa canadense, substituta da Odebrechet”, ressaltou o vereador Rinaldo Junior.
Mais alertas
“E com a chegada do período das chuvas, queremos também aproveitar para discutir a política de saneamento nas Zeis e nas áreas de maior incidência de doenças infecto-contagiosas e por transmissão hídrica, como a filariose, dengue, zika e leptsprose” completou.
Participantes

Foram convidados para compor a mesa de discussão: André Correia, Secretário de Saneamento do Recife da Cidade do Recife; José Barbosa, Presidente Do Sindicato dos URBANITÁRIOS PE; André Monteiro, Pesquisador do Fio Cruz / Ageu Magalhães; Cristina Sette, pós-graduada em Saúde Pública pela UPE e Medicina do Trabalho pela UFPE, e Professora da UPE; além do ex-deputado federal, Paulo Rubem Santiago, Professor da UFPE.

Parecer de Armando multiplica municípios beneficiados por receita do ISS no Uber

A cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) no transporte por aplicativos, como o Uber, 99 e Cabify, será feita no local do embarque do passageiro e não mais no município onde está sediada a empresa detentora da tecnologia. A mudança, estabelecida em parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) a projeto de lei aprovado nesta terça-feira (15), na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), beneficiará de imediato 30 prefeituras pernambucanas ao descentralizar a arrecadação do imposto.

Justificando

“Haverá desconcentração da arrecadação do ISS e, portanto, maior justiça no recolhimento do imposto”, justifica o parecer de Armando. Informou ele que, no caso de Pernambuco, o Uber opera em 30 municípios, incluindo toda a Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata, o Agreste e o Sertão (Petrolina e Lagoa Grande), enquanto a 99 atua nos 15 municípios da RMR. O projeto de lei seguirá direto para a pauta do plenário do Senado.

Mais dinheiro

O senador pernambucano assinalou que, na prática, todas estas prefeituras de Pernambuco aumentarão a arrecadação do ISS a partir da cobrança do imposto no transporte de passageiros por plataforma digital. Explicou que, pela legislação em vigor, quando o município não regulamenta a taxação, no caso do Uber, por exemplo, a receita do ISS vai toda para a cidade de São Paulo, onde está localizada a sede da empresa.

O projeto

“O foco do projeto é distribuir mais equitativamente entre os municípios o produto da arrecadação do ISS incidente nos aplicativos do transporte individual. Além disso, estaremos seguindo a tendência dos sistemas tributários mundo afora pela qual o imposto é devido no destino (onde se localiza o usuário final da operação) e não na origem (onde está sediado o fornecedor do bem ou serviço)”, pontuou Armando.

Prêmio ODS Brasil terá lançamento em Pernambuco
Após o lançamento oficial em Brasília na última sexta-feira(4) no auditório da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o Prêmio ODS Brasil será apresentado aos prefeitos e secretários pernambucanos no dia 16/05, no auditório da Associação Municipalista de Pernambuco – Amupe, a partir das 9h.
Participantes
Também estão sendo convidados instituições sem fins lucrativos e demais categorias. A premiação é uma iniciativa da Secretaria de Governo da Presidência da República por meio da Secretaria Nacional de Articulação Social (SNAS/SEGOV), e tem por objetivo incentivar, valorizar e dar visibilidade a práticas que contribuam para o alcance das metas da Agenda 2030 em todo o território nacional.
Agenda 2030
Durante a cerimônia de lançamento do Prêmio, o secretário nacional de Articulação Social e secretário executivo da Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (CNODS), Henrique Villa destacou que uma das finalidades do mesmo é servir de insumo para a criação de um banco de boas práticas para a disseminação da Agenda 2030 e mobilização dos diversos segmentos da sociedade civil e de governos para o apoio à Agenda 2030 Brasil.
Candidato ruim de voto

O PSDB teme que Geraldo Alckmin continue recuando nas pesquisas, como ocorreu em sondagens como a da CNT/MDA. Divulgada na segunda (14), ela mostrava o ex-governador caindo de 8,6%, em março, para 5,3% neste mês, num cenário sem Lula. Há previsões pessimistas de que, no ritmo atual, ele poderia chegar em julho com 3% nas sondagens.